UM PRESIDENTE DIFERENTE, UM CRIADOR NATURAL, A SUA AMADA ESTILISTA E A GALINHA INDEPENDENTE

SAIBA QUEM SÃO OS 6 ENCURRADOS DA TCHILL TV
19 de Julho, 2021
DELTA Q PRESENTE EM MAIS 79 PONTOS DO PAÍS EM PARCERIA COM PUMANGOL
19 de Julho, 2021

UM PRESIDENTE DIFERENTE, UM CRIADOR NATURAL, A SUA AMADA ESTILISTA E A GALINHA INDEPENDENTE

UMA TARDE PASSADA NA ILHA DO CABO, EM LUANDA, COM CERVEJA CUCA PRETA, BEM FRESCA

Binelde Hyrcan, recebeu no seu atelier e casa de família, na Ilha do Cabo em Luanda, a visita do Presidente da República Portuguesa, na tarde de sexta-feira, 16 de julho. O encontro, por ocasião da visita de Marcelo Rebelo de Sousa a Angola, para a Cimeira da CPLP, que marca os 25 anos desta organização, foi motivo de festa na Ilha e provou, mais uma vez, que Ti Celito, assim carinhosamente chamado pelos angolanos, é feito de uma fibra diferente.

Marcelo Rebelo de Sousa foi recebido por Binelde Hyrcan, acompanhado dos seus pais, da sua companheira, Rose Palhares, e ainda Mónaco Palhares de Hyrcan, a galinha de estimação de Binelde e Rose, que já é quase tão famosa como o criador de arte e a estilista que consigo vivem.

Nesta visita, Marcelo pode observar várias obras de arte do artista multidisciplinar e internacional, que vão desde a pintura à escultura, passando pelo desenho, instalação ou cinema, entre outros. Além deste trabalho, Binelde Hyrcan desenvolve, em Luanda, vários projectos associados à promoção da cultura juntos dos jovens, e envolve, em todos os seus projectos, as pessoas da sua Ilha do coração, de forma inclusiva e socialmente responsável.

Nas palavras de Marcelo Rebelo de Sousa, proferidas em directo e disponíveis num vídeo publicado no site da Presidência da República portuguesa, “Binelde Hyrcan, é reconhecido na Europa, já expôs em Serralves, é polivalente: pintura, desenho, instalações, opera, filmes, documentários…  Tem ideias originais, como seja ir a pé de Lisboa até Paris, uma viagem que durou três meses… E mobiliza um conjunto de jovens para manterem a cultura viva. Está a trabalhar num projecto arquitectónico-urbanístico, numa encosta que permitirá recuperar tecido urbanístico antigo e juntar-lhe realidades novas, em parceria com um arquitecto que é sócio, no sentido em que trabalha com ele… E, portanto, é um animador cultural, além de ser um criador natural. Viveu uma parte do tempo na Europa, bastante tempo no Mónaco, indo muitas vezes a França. Precisa de ir mais vezes a Portugal, onde já expôs, e mostra ao que é, numa geração diferente, o recriar Angola e o recriar Luanda, que é o que eles estão a fazer, começando por recriar a Ilha, onde vivem e onde se sentem à vontade.”

“Marcelo tem uma envergadura humana muito difícil de igualar. Esta visita, a atenção e o tratamento que o Presidente de Portugal deu à minha família, ao meu trabalho e mim próprio, representam um marco inesquecível na minha vida. Não tenho palavras para expressar a honra que sinto”, foi o comentário emocionado de um Binelde Hyrcan.

É conhecida a paixão de Binelde por galinhas. Terão sido elas as responsáveis pelas primeiras incursões artísticas do artista. Curiosamente numa área em que, agora a sua companheira de vida, Rose Palhares, é uma das mais premiadas figuras em Angola: a Moda!

Em 2020, numa entrevista ao jornal Expansão, Binelde Hyrcan, conta como tudo começou. “Acho que foi por causa da minha mãe. Sou o ‘cassule’ no meio de 10 filhos e, na escola, insultavam-me sempre, por os meus dentes serem muito separados. Diziam que tinha uma bala na boca. Então, para me confortar, a minha mãe dizia-me, e’meti toda a beleza tuas mãos, só vais fazer coisas giras’. Naquela altura, o meu pai era agricultor e tínhamos muitas galinhas. A minha mãe ensinava-me a fazer roupas e comecei a fazer para as galinhas. Por acaso, fiz este projecto também no Mónaco e levei-o a várias exposições mundo. Acho que foi a minha mãe quem me empurrou para este lado.”

Mónaco, a galinha de estimação que também mereceu a atenção do Presidente e o interesse da comitiva que o acompanhou, é provavelmente a galinha mais conhecida de Angola. Já tem Instagram e, embora ainda com poucos seguidores, tem uma promissora carreira de influenciadora pela frente. Nasceu no dia 1 de dezembro de 2020, data em que Portugal comemora a restauração da independência do Pais, após 60 anos do jugo espanhol, é, também ela, “super independente, tem como melhor amiga uma gata, já dá ovos há duas semanas e gosta de ser acariciada com um pincel. E eu acredito que ela é feminista!”, comentou Rose Palhares à New Men.

Antes de deixar a Ilha, Marcelo teve tempo de fazer um passeio a pé até à praia, onde, desta vez, não foi possível dar o seu habitual mergulho, mas deixou uma promessa: “Cá estaremos em Janeiro, eu prometi, para fazermos, entre outras coisas, e outras celebrações, o mergulho que agora está proibido”.

No encontro, descontraído e caloroso, Ti Celito – assim chamado desde que Armindo Laureano, o actual director do Novo Jornal, na altura radicado em Portugal, popularizou a alcunha que circulava nas redes sociais, em 2017 – foi visto a provar cerveja Cuca Preta, diga-se, com cara de quem vai pedir “bis”, no seu regresso à Ilha do Cabo, prometido em público, para Janeiro de 2022.

“By the way”, Senhores Jornalistas, não é “Be-nilde”, nem “Hy-cran”! Repitam comigo: BINELDE HYRCAN!

Texto da Bat. por Sandra Portugal